Papel Principal

10-Outubro-2007

Salvem o Zé, da politica

José Rodrigues dos Santos deixou de ser um ícone do jornalismo e passou a ser uma granada de mão política.Meninos, aos vossos postos…

Quem é do PS, levante o dedo… Quem é contra o PS, grite e urre… Quem é do PS e mas não chupa este governo, assobie…

Não percebo de que lado está Ana Gomes, mas este post parece-me inspirador.

É tão confuso e nubloso como as alegadas pressões que alegadamente JRS diz que eventualmente existiram na RTP.

Vocês sabem do que eu estou a falar…

http://causa-nossa.blogspot.com/2007/10/jos-rodrigues-dos-santos.html
permanent link

(via Causa Nossa)

Anúncios

9-Outubro-2007

Pacheco “Abrupto” Pereira vs RTP

Filed under: RTP — Pp @ 17:20
Tags: , , , ,

Escrevi um post anterior sobre os pivôs de televisão e principalmente sobre as declarações do jornalista e apresentador de televisão José Rodrigues do Santos.

Pois a polémica vai cheia na blogosfera.

No abrupto o blog de Pacheco Pereira.

7-Outubro-2007

A extrema-direita e o boomerang mediático

A extrema direita tem uma forma particular de aparecer na televisão: o suícidio mediático.

Depois de ter aparecido na televisão a mostrar armas e a ameaçar usá-las agora Mário Machado optou por atacar uma juíza.

Uma fórmula que resulta.

Da primeira vez foi detido.

Desta, sabe Deus.

Não deixa de ser curioso: A televisão funciona como um boomerang para a extrema-direita.

Cada ideia nova, dá direito a um ricohete olímpico.

Se o objectivo é aparecer na tv, funciona.

Mas é um serviço um bocado caro. Não?

Carta aberta de Mário Machado « ALK [Beiras]

http://www.oinsurgente.org/2007/09/21/pacheco-pereira-mario-machado-e-a-extrema-esquerda/

4-Outubro-2007

LUIS FILIPE ESTÁ NA MODA

Filed under: futebol — Pp @ 11:03
Tags: , , , ,

Um nome e uma cara são cartões de visita valiosos no mundo dos media.

Uma ar alegre, trsite, deprimido, comovido ou exaltado vai temperar o nosso alter-ego mediático.

Claro que a imagem e a expressão são infinitamente mais importantes do que um nome. Mesmo que o nome seja Figo. Luís Figo.

Mas o caso pode merecer um olhar atento se um determinado nome passar a ocupar as bocas dos jornais e do povo.

É o caso do Luís.

O Luís Filipe.

O Luís Filipe Meneses e o Luís Filipe Scolari.

Mas todas as coincidências acabam aqui. Porque depois ou mesmo antes do nome todos pesamos os actos e expressões faciais e corporais para avaliar estes personagens.

E aqui é irresistível tentar mudar o nome do Luís Filipe do futebol de Scolari para Soco. Luís Filipe Soco no Sérvio.

Ou mudar o nome de Menezes para Luís Filipe Mamã. Mamã de Mãe socorro que eles estão a assobiar-me no congresso ou "alô mãe fui eleito líder do PSD"

E voltamos às expressões. Quem valem mais do que um simples nome.

Menezes pelo ar meio triste e terno. Quase chorão.

Scolari com um ar ora bonacheirão ora colérico.

Mas os luíses encontram-se num ponto: a emoção.

E a emoção esse brilhante passaporte para um excelente alter ego mediático.

Por isso ficam ambos tão bem na televisão.

3-Outubro-2007

Eu voto Menezes

Filed under: sic — Pp @ 13:03
Tags: , , , , , , ,

Luís Filipe Menezes tem pinta.

E muita experiência nas lides mediáticas.

E de vez em quando é muito divertido ver um jornalista com esperteza saloia ser devidamente toureado por um artista da política.

É raro, precisa de ser bem feito, mas a faena é de alto grau de entretenimento. Quando acontece. E aconteceu.

Luís Filipe Menezes marcou um conferência de imprensa para anunciar se ficava na Camara de Gaia ou não.

Por definição a um conferência de imprensa é um acto simultâneo onde TODOS os jornalistas ouvem AO MESMO TEMPO o que alguém tem a dizer. E depois fazem perguntas e ouvem respostas.

Mas a SIC teve muita, muita pressa.

E tentou passar a perna a toda a concorrência. Apanhando Menezes na rua no caminho para o almoço.

E Menezes com a maior naturalidade do mundo e mesmo apanhado à má-fila, sorriu, virou-se para a repórter, enquadrou-se no plano da camera e disparou sem ponta de azedume:

” Vai desculpar-me, mas vai ter que aguardar uma hora, para lhe responder a essa pergunta. Agora, se me permite vou almoçar com o meu filho”

Bom timing, boa cara, boa frase.

Perfeito.

Só me pergunto: os editores da SIC são tolos ou masoquistas? Por colocar este “vivo” sem substância, sem interesse e onde ficam mal na fotografia.

30-Setembro-2007

Um desgraça, menezes, uma desgraça

Frase do dia do avô Soares.

"Eleição de Menezes foi uma desgraça"

Em seis simples palavras disse o que muitos pensam.

Um verdadeiro político capta os momentos fotograficamente e dispara-os de volta com simplicidade.

Marcelo Rebelo de Sousa que se cuide. O avô Soares está de volta.

Por falar em avôs… O avô Anibal deve estar para morrer. E o avô Sampaio deve estar a rir-se perdidamente.

Dica do dia: cada presidente tem o Santana Lopes que merece.

E a festa ainda agora começou.

Eleição de Menezes foi uma desgraça

Mário Soares, antigo Presidente da República comentou sábado à noite a eleição de Luís Filipe Menezes, considerando que “foi uma desgraça o que aconteceu ao PSD”.

Em declarações à TSF, o socialista frisou que “aquilo que sucedeu é uma coisa que não nos agrada”.

“Um Governo precisa de uma oposição forte e estruturada, porque senão o Governo pode dizer que não há alternativa e que pode fazer o que quiser”, advertiu o antigo Chefe de Estado.

Menezes venceu sexta-feira as eleições directas do PSD, derrotando Marques Mendes.

29-Setembro-2007

PSD Luis Filipe Menezes novo líder

Filed under: som do dia — Pp @ 1:09
Tags: , , , , , ,

O homem que soltou um dos mais brilhantes sound-bytes de que há memória acaba de ser eleito presidente do PSD.

Menezes disse:

“Sulistas, elitistas e liberais”

Palavras mágicas. Vaia geral no congresso. Abertura dos telejornais. Menezes a chorar na casa de banho.

Os próximos tempos prometem.

Se o PSD não se cindir ou Menezes decidir ordenar a invasão do Porto sobre a ponte D. Luís.

Logo agora que Pedro Santana Lopes fez aquela birra na SIC.

24-Julho-2007

Ministra da Educação arquiva processo Charrua

Filed under: Sem categoria — Pp @ 14:16
Tags: , , , , , ,

Um laivo democrático num governo autoritário.

Como é bom viver numa democracia onde a imprensa é livre e há eleições de tempos a tempos.

O contra-poder pôs o poder dentro da demecracia outra vez

Aparentemente serviu de emenda.

Já agora: se a decisão foi tomada porque não dá a cara para falar do assunto, senhora Ministra?

Caso DREN: Ministra arquiva processo de Charrua, sem aplicar sanção disciplinar

Lisboa, 24 Jul (Lusa) – O processo disciplinar instaurado a Fernando
Charrua foi arquivado pela ministra da Educação, que decidiu não aplicar
qualquer sanção ao professor por considerar que o comentário jocoso que fez à
licenciatura do primeiro-ministro se enquadra no direito à opinião.
Num despacho datado de segunda-feira e divulgado hoje, a Maria de Lurdes Rodrigues defende que “a aplicação de uma sanção disciplinar poderia configurar uma limitação do direito de opinião e de crítica política, naturalmente inaceitável“numa sociedade democrática, uma vez que as declarações de Charrua não visavam um superior hierárquico directo”, mas o primeiro-ministro, José Sócrates.

“Assim, determino o imediato arquivamento do processo”, refere Maria de Lurdes Rodrigues.

16-Julho-2007

Conselhos a António Costa

Filed under: Sem categoria — Pp @ 11:13
Tags: , , , ,

Caro António Costa:
Agora que venceu as eleições para a Câmara Municipal de Lisboa, felizmente sem maioria absoluta, e que demonstra arte superior no manejo quase tauromáquico dos jornalistas, permito-me deixar-lhe algumas dicas.
São coisas que já deu prova de saber, mas convem ter sempre na memória. Afinal nos próximos dois anos a sua acção terá que realizar a quadratura do círculo:
Primeiro negociar com o circo de feras da vereação, depois ajeitar as contas da capital e finalmente o seu objectivo prioritário: ser reeleito dentro de dois anos.
Para isso, sugiro:

1) Procure parecer tremendamente importante.

2) Trate de ser visto com pessoas importantes.

3) Fale com os ministros do governo Sócrates; mas só dê
a sua opinião sobre o óbvio e o ululante.

4) Não se envolva em discussões, mas, se for obrigado, faça uma pergunta sem importância e recline-se na cadeira com um sorriso de satisfação enquanto o seu interlocutor tenta descobrir o que é que você disse: – aí mude de assunto.

5) Escute atentamente enquanto os outros (vereadores) discutem um problema. Se alguém faz uma declaração idiota (sempre acontece) dê um sorrizinho superior – mas nunca revele a sua opinião.

6) Se um subordinado lhe faz alguma observação oportuna, olhe-o como se ele tivesse doido. Quando ele hesitar, responda-lhe usando o seu próprio argumento mas com outras palavras. É a alta política aplicada ao povo.

7) Ande sempre depressa quando estiver fora da sua sala – isto vai reduzir ao mínimo as interpelações de subordinados e superiores.

8) Dê todas as ordens verbalmente. Nunca escreva nada que possa ser usado contra si. Além disso, em instruções verbais ninguém jamais escreverá sal com c cedilha.

15-Julho-2007

António Costa o secador

António Costa ganhou as elições intercalares

de Lisboa.

Anunciam-se tempos áridos para a informação-espectáculo.

Costa seca tudo. Fala só do que quer. Repete-se. Entedia. Aborrece mediáticamente. Não excita ninguém.

Um defeito?

Não.

Desenganem-se os tolos.

É uma estratégia de comunicação hábilmente montada.

Lembram-se do Cassete Cunhal?

Página seguinte »

Site no WordPress.com.