Papel Principal

9-Novembro-2007

As vacinas ganham eleições

Qual a razão principal para tornar a vacina do cancro do colo do útero grátis?

As próximas eleições. Ganhar as próximas eleições.

Sem estudos científicos ou técnicos disponíveis que suportem o anúncio do primeiro-ministro tratou-se de pura manobra política.

Aliás quando um governante toma uma decisão ao arrepio ou sob completa ausência de estudos de suporte justifica-a sempre como uma decisão política. Como se as decisões políticas num país civilizado não tivessem que ter razões fortes.

Claro que o primeiro-ministro não quer saber disto. Não lhe convém. É a política.

O mesmo José Sócrates nos atira com estudos de peritos para justificar a escolha da Ota para o novo aeroporto ou a inocuidade da inceneração de resíduos perigosos, omite a sua ausência no caso da vacina.

Transforma a decisão num mero artifício ou meio para atingir o seu fim: ganhar as eleições.

Tal como Durão Barroso – lembram-se – quando prometeu e ofereceu a vacina contra a meningite.

Caro Dr. Filipe Menezes comece já a procurar uma vacina para o guindar ao poder. É uma palavra mágica.

Mas faça como os outros: decida primeiro e arranje depois umas justificações duns médicos quaisquer.

Anúncios

31-Outubro-2007

Alô Procurador, escuto!

O problema do Procurador não é ser escutado, é que não o escutem.

Por isso atribuio-lhe o Nobel da Comunicação Papel Principal. Pela ondulação criada pela sua entrevista. Pelo sorriso trocista na comissão parlamentar. Aposto que até deve ter trocado sms´s de brincadeira com os seus amigos.

Este homem promete. Só falta agora ler-mos num qualquer jornal declarações bombásticas do Procurador a dizer mal do Sócrates e do Cavaco.

Escutas ilegais, claro.  Mas tão saborosas.

Site no WordPress.com.