Papel Principal

4-Janeiro-2008

Melhor que tabaco, melhor que alcool, pancadaria

Filed under: futebol,relações públicas — Pp @ 12:55
Tags: , , , , ,

O mundo do futebol anda sempre à frente.

Melhor do que fumar no casino.

Melhor que ser gato apanhado com os copos pela polícia,

Só ser jogador da bola e ser preso por ter andado á pancada.

Valência: Manuel Fernandes passou a noite na prisão

Manuel Fernandes foi detido esta quinta-feira à noite devido a incidentes numa discoteca de Valência. O médio português da equipa «che» festejava os anos do companheiro de equipa e compatriota Miguel e foi protagonista de uma altercação com um dos outros clientes, relatou hoje o jornal «Marca».

O internacional luso foi detido e transportado à prisão, onde passou a noite na companhia do irmão de Miguel. O lateral-direito explicou na cidade desportiva, relata o diário, que uma pessoa os acusou de terem roubado um relógio. Os seguranças, perante o incidente, chamaram de imediato a polícia.

Miguel adiantou que não foi levado à esquadra porque se recusou a deixar o local sem a presença do advogado, mas que depois deslocou-se até lá para interceder, sem sucesso, pelo irmão e pelo companheiro de equipa.

Manuel Fernandes e o irmão de Miguel continuam detidos, segundo acrescentam a «Marca» e a Agência Efe, e deverão ser apresentado a um juiz ao início da tarde.

Maisfutebol – Última Hora – Notícia

(via Google

Anúncios

2-Janeiro-2008

Não Fumar, fotógrafo à vista

capaDNA nova lei do tabaco está em vigor.

A nova lei será principalmente fiscalizada pela ASAE.

O presidente da ASAE foi apanhado a fumar por um jornal.

A lei do tabaco é nova, mas existe outra lei em vigor há mais tempo.

É a Lei do Jornalista num raio de 10 kilómetros.

Diz esta lei que se houver um jornalista – com gravador, camera ou máquina fotográfica à mão . mais vale prevenir.

É que a possibilidade de ser citado, fotografado ou ser notícia.

Como acaba de descobrir esta manhã o homem que fuma uma cigarrilha celebrando o Ano Novo.

27-Dezembro-2007

Hospital descobre que é proíbido fumar

img1

Vem aí uma nova lei sobre o fumo do tabaco em locais públicos.

Mas essa lei que grosso modo proíbe fumar em locais públicos fechados, já existe há muito tempo para os estabelecimentos de saúde.

No hospital do Barreiro, descobriram agora.

Mais vale tarde, do que nunca.

.

.

.

.

10-Dezembro-2007

Um artista da bola e do ego

José Mourinho continua na sua senda “sou tão bom que até me doi a cara”

Um treinador de futebol pode aceitar um novo contrato ou declinar a proposta.

Um treinador pode ser despedido, dispensado ou abandonar o cargo.

Mas José Mourinho inventou a nova fórmula EGOCENTRICA: excluí-me!

Não importam os outros nem o convite, nem a oferta.

Apenas o EU.

Tipo a minha é maior que a tua.

 

José Mourinho em comunicado à Gestifute Media

“Auto excluí-me da selecção inglesa”

untitled

5-Dezembro-2007

Os sete e os 30 segundos

Filed under: dicas,mediatraining,relações públicas,televisão — Pp @ 22:57

Aparecer na televisão é saber-se julgado em 7 segundos.

Li alguns estudos onde o tempo que um espectador leva a avaliar um entrevistado mal supera os 4 segundos.

Pouco tempo?

Bom pelo menos para falar temos um pouco mais

Mais exactamente 30 segundos.

Sim 30 segundos para explicar tudo o que tiver na cabeça.

E se demorar muito, adeus e até amanhã.

Ou será que Você como telespectador tem muito mais tempo para ver os chatos que aparecem na tv’

Tags: , ,

2-Dezembro-2007

Republique-se, diga estupidez e faça-se merecedor de crédito

Uma das coisas mais divertidas dum blogue é a sua excessiva visibilidade e falsa sensação de credibilidade.
Vejam só, eu posso escrever aqui a maior alarvidade do mundo e muitos leitores podem acreditar apenas porque está escrito em letra de forma.
É mais ou menos como os jornais ou as televisões.
Podem escrever, dizer ou mostrar as coisas mais bizarras ou surrealistas, mas todos nós tendemos a acreditar nelas.
Amplificar e credibilizar. Quem aprender estas duas palavras terá longa vida mediática.

28-Novembro-2007

Merche a privacidade e a imagem

As palavras leva-as o vento, as imagens ficam-nos na cabeça.aniv. merche

É como dizer que não com a boca e que sim com a cabeça.

A agência de comunicação "Maya Eventos" decidiu fazer uma promoção do aniversário da estrela Merche Romero.

E depois… algo deve ter corrido mal.

Resultado: marcha-atrás com toda a força.

Comunicado de imprensa acompanhado de imagem sugestiva.

Palavras a dizer que não, imagens a gritar que sim.

NA SEQUÊNCIA DA INFORMAÇÃO Á IMPRENSA QUE FIZEMOS ESTA MANHÃ, VIMOS MANISFESTAR O PEDIDO DE MERCHE ROMERO, DE QUE A IMPRENSA PERMITA QUE FESTEJE O SEU ANIVERSÁRIO EM PRIVACIDADE.

Com os melhores cumprimentos,

Maya

9-Novembro-2007

As vacinas ganham eleições

Qual a razão principal para tornar a vacina do cancro do colo do útero grátis?

As próximas eleições. Ganhar as próximas eleições.

Sem estudos científicos ou técnicos disponíveis que suportem o anúncio do primeiro-ministro tratou-se de pura manobra política.

Aliás quando um governante toma uma decisão ao arrepio ou sob completa ausência de estudos de suporte justifica-a sempre como uma decisão política. Como se as decisões políticas num país civilizado não tivessem que ter razões fortes.

Claro que o primeiro-ministro não quer saber disto. Não lhe convém. É a política.

O mesmo José Sócrates nos atira com estudos de peritos para justificar a escolha da Ota para o novo aeroporto ou a inocuidade da inceneração de resíduos perigosos, omite a sua ausência no caso da vacina.

Transforma a decisão num mero artifício ou meio para atingir o seu fim: ganhar as eleições.

Tal como Durão Barroso – lembram-se – quando prometeu e ofereceu a vacina contra a meningite.

Caro Dr. Filipe Menezes comece já a procurar uma vacina para o guindar ao poder. É uma palavra mágica.

Mas faça como os outros: decida primeiro e arranje depois umas justificações duns médicos quaisquer.

7-Novembro-2007

26-Outubro-2007

Nunca mais reclamo do meu médico

Filed under: relações públicas — Pp @ 9:23
Tags: , ,

Pronto.img3

Nunca mais reclamo dos médicos portugueses.

Dos médicos portugueses que ser armam em mulas. Que pouco mais dizem que bom dia e adeus. Que me tratam como um objecto. Que tratam o meu corpo mas não a mim.

Que não falam. Que não comunicam.

Afinal os fala-baratos são piores do que os que nem tujem nem mugem

Página seguinte »

Create a free website or blog at WordPress.com.