Papel Principal

30-Novembro-2007

Os bombeiros de Santarém fazem filmes porno?

Filed under: Geral — Pp @ 18:05

Eu sabia que estas alterações do clima não iam ter bons resultados.

Um Verão sem calor e com poucos incêndios só podia acabar num Outono “quente” num quartel dos bombeiros.

Aparentemente e inspirados num qualquer filme XXX os bombeiros de Santarém dedicaram-se a fazer e a filmar cenas de sexo envolvendo um bombeiro e duas bombeiras.

Uau!

Ainda agora entraram neste negócio das reportagens e filmes e já querem argumentos compostos.

Está bom de ver que apareceu outro bombeiro com ciúmes de não ter aparecido nas fimagens e zangado com o mundo decidiu insultar o comandante a armou um grande banzé.

Resultado: está aberto um processo disciplinar.~

Será que está sob segredo de justiça? Ou passa logo à noite na SIC Radical a desoras?

 

 

Santarém: sexo em quartel de bombeiros

A direcção dos Bombeiros Municipais de Santarém abriu um processo de averiguações interno depois de um elemento acusar outro de ter andado a gabar-se que filmou com o telemóvel uma sessão de sexo no quartel, noticia a Lusa.

Segundo fonte da corporação, citada pela agência noticiosa, o alegado autor dessa filmagem, que incluiria o queixoso e outras duas bombeiras, negou que alguma vez a tenha feito ou que se tenha gabado do caso.

No entanto, o queixoso insultou o comandante que lhe moveu um processo disciplinar e abriu um processo de averiguações do caso.

Todos os envolvidos são bombeiros voluntários, pelo que estão fora da alçada disciplinar da autarquia mas o vereador responsável pela Protecção Civil, Ramiro Matos, admite que o caso possa levar a outras medidas.

«É um processo disciplinar e estamos a avaliar o ilícito que pode ser meramente disciplinar ou judicial», afirmou o vereador que não quis tecer mais comentários sobre o caso.

Até ao momento, ainda não foi provado que o filme tenha efectivamente existido ou mesmo que o quartel tenha sido palco de uma sessão de sexo.

Anúncios

29-Outubro-2007

Lingua comprida e a pena em camelos

Filed under: Geral — Pp @ 12:27
Tags: , , , ,

Falar é normalmente uma boa opção.

Quando rebenta uma crise ou quando alguém quer dar um informação ou notícia, falar é OBRIGATÓRIO.

Mas em muitos países – particularmente os menos desenvolvidos ou habituados à democracia – ninguém fala.

É assim Portugal. Em caso de incêndio ou terramoto mediático, fecham-se as portas e dispara-se um qualquer comunicado que em resumo diz “nós não temos nada a ver com isso”

Vale por isso a Lei Beduína. Mas com uma aplicação banstante mais ampla do que a dos próprios beduínos.

Prevejo que o fenómeno beduíno ou da avestruz com a cabeça enterrada na areia se possa multiplicar.

Principalmente se os manda-chuva das empresas portugueses lerem jornais.

É improvável, mas possível.

Egipto: Beduino paga 46 camelos, mas salva a língua, após piropo a mulher
Um tribunal beduíno condenou um homem a pagar 46 camelos, na comutação de uma pena que previa também que lhe seja cortada a língua, por ter lançado um piropo a uma mulher de uma outra tribo.

O caso, relatado pelo diário egípcio "Ajbar al Yom", passou-se no sul da península do Sinai, onde vigoram leis especiais impostas pelos próprios beduínos.

O acusado lançou piropos a uma mulher, que na altura cuidava do gado, ao passar de carro, pelo que deverá também entregar o veículo, segundo a pena imposta.

Além disto deverá pagar quarenta camelos ou o equivalente ao seu valor, calculado em 80.000 libras egípcias (mais de 10.000 euros).

A sentença original previa ainda que se cortasse a língua ao infortunado galã, mas após três horas de árduas negociações entre o tribunal, os advogados e as famílias, foi decidido comutar a pena no pagamento de mais seis camelos.

Um destas animais terá de ser "original", quer dizer de uma raça muito apreciada pelos árabes pela sua velocidade superior.

26-Outubro-2007

Teoria do Cardume

Filed under: Geral,jornalismo,media — Pp @ 10:44
Tags: , , ,

Os jornalistas são como um cardume de peixes.

Todos se movem livremente, mas apenas até aos justos limites do grupo de peixes.

É certo que alguns estão no lado de fora e outros no centro do cardume.

Mas se algum sai para longe de mais do grupo é comido pelos tubarões.

Este cardume de peixes tem geometria variável e ora se transforma numa matilha de lobos, ora num rebanho de ovelhas.

Se der matilha são tablóides e panfeletários. Se der rebanho são carneirada obediente.

Em qualquer dos casos quer os mares, quer os os pastos são propriedade dos poderosos.

Políticos, banqueiros, ricos e influentes. Os tubarões portanto.

Create a free website or blog at WordPress.com.