Papel Principal

22-Outubro-2007

Procurador tem telefone avariado, pelo menos

Filed under: frase do dia — Pp @ 12:03
Tags: , , ,

Falar com um jornalista é um acto de vontade.

Ninguém fala com um jornalista obrigado ou coagido.

Em determinadas funções e no limite poderemos admitir a palavra pressionados.

Mas o divertido é o momento em que um entrevistado poderoso decide divertir-se com um entrevista.

E lança uma granada mediática. Melhor ainda, tem consciência do seu impacto e de que o melhor era ficar calado.

Mas aí entra o Ego e a vontade de contar coisas. Contar uma história. mostrar que se conhece o assunto. Que se sabe mais do que os outros.

E pronto por pura vaidade e até um sorriso trocista na mente, lá vai bomba!

Ou será que o procurador comprou o telemóvel na loja do Chinês?

"Vou dizer uma coisa com toda a clareza, que talvez não devesse dizer: acho que as escutas em Portugal são feitas exageradamente.

Eu próprio tenho muitas dúvidas que não tenha telefones sob escuta", declarou o responsável máximo do Ministério Público, sustentando a suspeita em “barulhos esquisitos” que o aparelho por vezes produz.

Pinto Monteiro (PGR – ao Sol)

Anúncios

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: